quarta-feira, 11 de junho de 2014

Microsoft quer criar smartphones com baterias que duram uma semana

                          



Lembra-se de quando os celulares tinham baterias que duravam uma semana? Bons tempos, aqueles. Hoje, temos que comemorar quando nossos aparelhos mais potentes duram um dia completo longe da tomada. E embora existam sim diversas opções de super baterias em desenvolvimento por cientistas no mundo todo, nenhuma delas acabou chegando aos dispositivos hoje.

Mas se você acha que esse é o único problema, saiba que a Microsoft vê a situação de uma maneira diferente. Segundo o MIT Technology Review, a empresa teria explicado, durante o Digital Summit, que boa parte da culpa atualmente é das fabricantes de smartphones, que não criam hardware ou softwares com um bom sistema de gerenciamento de energia.

Do monitoramento de apps a múltiplas baterias

Com isso, a Microsoft anunciou que está trabalhando com o objetivo de desenvolver um celular que volte à durar uma semana sem precisar ser recarregado. Entre as ideias trazidas por eles, temos um sistema chamado E-Loupe, que identificaria qualquer app usando bateria exageradamente quando o smartphone está em uso e diminuiria seu gasti de energia.

Outra proposta um tanto drástica seria trocar uma bateria grande por duas menores. No que isso ajudaria? Simples: assim seria possível dedicar uma delas a gerar maior corrente – esta, por sua vez, se ativaria apenas em momentos de maior necessidade, como ao jogar no celular –, enquanto a outra trabalharia com uma corrente menor, para quando o smartphone está inativo, por exemplo.

Essas, como dito antes, são apenas algumas das ideias. Resta esperar para ver o tipo de proposta que a Microsoft vai apresentar, no futuro, e torcer que ela consiga trazer de volta os smartphones com uma duração um pouco maior.

Fonte:MIT Technology Review